MasterChef: Estou conseguindo mostrar minha cozinha, afirma Rui

Por band.com.br

Com o aval dos chefs Janaína e Jefferson Rueda, o analista de processos Rui Morschel foi escolhido para subir ao mezanino ao lado de Eliane Ribeiro. Seu prato de carne de panela com farofa de banana, pancetta e legumes assados agradou o paladar dos jurados convidados.

"Quando eu vi os chefs ali, eu imaginava que a Caixa Misteriosa teria alguma coisa relacionada a porco, mas depois eu vi que não tinha nada a ver. No primeiro momento, pensei já em fazer a farofa de banana, que é uma receita que eu faço muito em casa, e os legumes. Então, eu já tinha certeza do que eu iria fazer", disse ao Portal da Band.

"Pensei em fazer alguma coisa com frango, mas nada casava. Então, eu fui para a carne vermelha. Pensei em fazer uma carne de panela porque ali tinha os ingredientes que eu precisava. Pensei em fazer a mesma sequência da carne de panela que eu fiz na prova da comida árabe. Foi mais ou menos nessa linha que eu fui", contou.

"Tentei replicar porque, deu certo uma vez, pode ser que desse certo uma segunda. Fiquei muito contente com o resultado. Foi o reconhecimento dos dois, um casal de chefs que eu já fui no restaurante. Sei que eles são referência aqui no Brasil e tendo eles dando o aval para o meu prato, foi muito bacana. Fiquei feliz para caramba", completou.

Sobre ter seu prato preterido em relação ao de Eliane, Rui levou a competição na esportiva. "Acho que deve ter sido difícil para eles decidirem e o argumento que eles deram era totalmente verdade. Escapou um pouco do gosto e foi mais para técnica. Claro que fazer carne numa panela normal é mil vezes melhor do que numa panela de pressão. E o prato dela estava lindo, eu sabia que ela ia mandar bem na prova", afirmou.

Com um desempenho crescente, o analista de processos está confiante para as próximas etapas. "De umas três ou quatro provas para cá, eu estou realmente conseguindo mostrar a minha cozinha. Acho que no começo eu não estava muito adaptado com o tempo, a pressão, os chefs, os ingredientes-surpresas. Tudo isso é bem difícil de se adaptar, mas eu fui pegando a manha da competição", disse.

"Essa foi a minha melhor prova porque realmente foi uma comida caseira, que eu faço em casa para a minha família e para os meus amigos. Então, eu me senti bem à vontade na cozinha do MasterChef Brasil, fazendo aquilo que eu sei. E o resultado, graças a Deus, foi compensador", finalizou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo