Nojento e torturante: Novo filme de Lars von Trier causa polêmica no Festival de Cannes

Por Victória Bravo

Lars von Trier voltou a causar polêmica no festival de Cannes na noite de segunda-feira (14) com seu mais novo filme “The House that Jack Built” (A Casa Que Jack Construiu).

No filme, Matt Dillon dá vida a um assassino em série e atrizes renomadas como Uma Thurman e Riley Keough fazem aparições especiais. A produção incluía um aviso sobre a existência de cenas potencialmente perturbadoras.

A grande parte das cenas de mutilação e estrangulamento são com vitimas mulheres. O espectador também pode se preparar para ver assassinato de crianças.

Segundo a Variety, cerca de 100 pessoas deixaram o teatro, algumas delas expressaram nas redes sociais o quão “nojento”, “torturante” e “vil” o longa é.

“Nunca vi nada parecido num festival de cinema. Mais de 100 pessoas saíram do 'The House That Jack Built', que mostra a mutilação de mulheres e crianças. 'É nojento', disse uma mulher que estava de saída'”.

“Acabei de sair do 'The House that Jack Built', de Lars Von Trier. Repugnante. Pretensioso. Vómito. Torturante. Patético”, postou um espectador.

Confira o trailer:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo