Lars von Trier apresenta novo filme no Festival de Cannes e revolta espectadores

Por Metro Jornal

Depois de quase sete anos longe do Festival de Cannes, o diretor dinamarquês Lars von Trier voltou ao evento de cinema e já causou polêmica novamente. Da última vez em que participou, ele foi banido após declarações consideradas antissemitas.

Nesta última segunda-feira (14), o cineasta apresentou seu novo longa, "A Casa Que Jack Construiu", que está fora da competição, mas ainda assim provocou revolta em muitos espectadores que deixaram a sessão de exibição. O thriller de terror acompanha o serial killer Jack (Matt Dillon) cometendo crimes perfeitos ao longo de 12 anos.

Leia mais:
Selena Gomez supera Justin Bieber e descarta reatar namoro, diz site
Backstreet Boys anuncia lançamento de nova música depois de quase cinco anos

A cena que fez com que boa parte do publico reclamasse e saísse da sala de cinema dizendo que a produção tem violência extrema mostra explicitamente o protagonista da trama atirando em duas crianças com um rifle de caça.

Um colaborador da revista "Variety", Ramin Setoodeh, que estava presente na sessão, publicou uma foto em sua conta no Twitter mostrando a sala esvaziada.

"A Casa Que Jack Construiu" é ambientado durante os anos 1970 e 1980 e também conta com participação dos atores Uma Thurman e Bruno Ganz.

Veja o trailer do filme (em inglês):

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo