Aos 11 anos, Meghan Markle pressionou uma multinacional para mudar comercial sexista; confira

Por Victória Bravo

O caso ocorreu em 1993, quando a atriz e futura esposa de príncipe Harry tinha apenas 11 anos. A história foi contada pelo programa “Nick News”, da Nickelodeon.

Meghan foi entrevistada após escrever cartas à empresa Procter e Gamble criticando um comercial de detergente Ivory.

O anuncio começava dizendo que “as mulheres estão lutando contra panelas e frigideiras cheias de óleo”.

Foto Reprodução / Facebook

Na entrevista, Meghan conta que se assustou e pensou “como alguém pode dizer isso?”. Ela também diz que “não acredita que seja correto para as crianças crescerem pensando que essas coisas devem ser feitas só pelas mães”.

A empresa respondeu as cartas de Meghan e o comercial foi reeditado de uma forma que não fazia referência às mulheres, mas dizia “Pessoas de todo EUA estão lutando contra panelas e frigideiras cheias de óleo”.

Foi um grande começo, afinal, em uma conferência da ONU Mulheres, em 2015, ela pontuou novamente a importância de acabar com as publicidades sexistas e relembrou sua primeira atitude como ativista.

Meghan Markle tem orgulho de ser mulher e feminista

Meghan Markle, atriz, defensora dos direitos das mulheres e agora membro da família real britânica. Que mulher maneira! ❤️

Posted by Quebrando o Tabu on Wednesday, December 6, 2017

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo