Luana Piovani viaja a Curitiba para pagar promessa por prisão de Lula

Por Lais Pagoto

Luana Piovani é muito engajada nas redes sociais e sempre fez questão de deixar clara sua posição política. E com a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela precisou pagar uma promessa que fez aos seguidores há três anos.

"Jurei que quando o Lula fosse preso eu ia vir até a delegacia que ele estava e ia dar uma maçã pra ele. Pode parecer besteira, mas eu estou envolvida com isso há três anos, e só eu sei quantos posts eu fiz, quantos jornais eu li,quanto eu estudei, e quantas noites mal dormidas eu tive por conta de tudo que tá acontecendo com o nosso País. Mas eu tenho esperança, porque eu estou vendo um trabalho bonito ser feito. Então está aqui sua maçã", explicou.

Toda a ação foi registrada por uma amiga de Piovani, que postou o vídeo em sua conta no Instagram. Nas imagens, ela aparece em uma rua perto da sede da Polícia Federal em Curitiba. Mesmo sem autorização para chegar perto do local, devido a um esquema de segurança montado, isso não a impediu de cumprir o prometido.

"Está tendo uma operação aqui e só pode chegar perto quem é morador ou funcionário. Então não vou poder subir", ponderou. Em seguida, ela deixa a fruta em uma calçada com a sede ao fundo da imagem. Na legenda da publicação, ela ainda ressalta: "Agora que venha Aécio [Neves], [Michel] Temer, Renan [Calheiros], [Zezé] Perrella e outros tantos.

Veja o vídeo:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo