A razão pela qual o Estado Islâmico ameaçou decapitar Mia Khalifa

Por Victória Bravo

Em uma entrevista recente, a ex-estrela pornô Mia Khalifa revelou os impactos que a carreira de apenas três meses na indústria pornográfica deixaram na sua vida. O mais sério são as ameaças que ela recebeu da organização terrorista ISIS.

A libanesa contou à BBC Radio 5 Live que as ameaças começaram após ela protagonizar um filme pornô usando um hijab – o conjunto de vestimentas femininas exigidos pela doutrina islâmica.

Segundo Mia, um diretor exigiu que ela usasse a vestimenta para gravar. Ela o avisou que poderia morrer por aquilo, mas acabou aceitando: “Por ter 21 anos, não sabia que poderia falar (não)”.

Essa cena tornou Mia uma das atrizes mais buscadas no Pornhub, mas também chamou a atenção do ISIS, que com a ajuda do Photoshop colocou seu rosto no corpo de outra pessoa em um vídeo que mostra uma decapitação.

“Também recebi um print da localização do meu apartamento com uma ameaça de morte”, contou a jovem que levou as ameaças muito a sério.

Foto Reprodução / Twitter

Em apenas uma semana online, o vídeo rendeu milhares de ameaças nas redes sociais por parte do ISIS e de comunidades muçulmanas libanesas: “Minha conta no Instagram foi invadida pelo ISIS, eles começaram a promover propaganda sobre isso”, lembrou Mia.

Agora, com uma paixão por esportes, e milhares de seguidores nas redes sociais, ela está tentando deixar para trás o passado escuro, procurando alguma forma se distanciar do rótulo de “estrela pornô”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo