Festival de Cannes bane Netflix e proíbe selfies no tapete vermelho

Por Reuters

O Festival Internacional de Cinema de Cannes decidiu banir o Netflix de seu evento deste ano depois que a plataforma se recusou a exibir seus filmes no cinema, disse o diretor do festival, Thierry Frémaux, em entrevista.

Dois filmes do Netflix foram exibidos em Cannes no ano passado, mas organizadores disseram que o serviço de transmissão por streaming não poderá competir no festival novamente se não passar seus filmes em salas de cinema.

“No ano passado, quando selecionamos dois de seus filmes, eu pensei que poderia convencer o Netflix a lançá-los nos cinemas. Eu fui pretensioso: eles recusaram”, disse Frémaux à revista Le Film Français.

“O pessoal do Netflix adorou o tapete vermelho e gostaria de nos mostrar mais filmes. Mas, eles entenderam que a intransigência deles sobre seu modelo (de negócio) se choca com o nosso”.

Entretanto, o Netflix pode ser autorizado a exibir filmes fora do festival, sem entrar na competição oficial, disse.

Enquanto isso, a decisão do evento de proibir selfies tiradas por membros do público no tapete vermelho causou controvérsia. Segundo Frémaux, as selfies foram proibidas porque causam uma “confusão”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo