Em entrevista, atriz pornô diz que foi ameaçada para ficar quieta sobre affair com Trump

Por Reuters

Uma atriz pornô que alega ter tido relações sexuais com Donald Trump antes de sua eleição como presidente dos Estados Unidos disse, em entrevista exibida no domingo, ter sido ameaçada em 2011, enquanto estava em um estacionamento com sua filha, para ficar calada sobre o relacionamento.

Stormy Daniels, cujo nome real é Stephanie Clifford, disse ao programa “60 Minutes”, da CBS News, que estava a caminho de uma aula de ginástica com sua filha quando um homem desconhecido se aproximou dela, de acordo com transcrição da entrevista.

“Um homem se aproximou de mim e disse, ‘Deixe Trump em paz. Esqueça a história’. E então ele se inclinou, olhou para a minha filha e disse ‘Que menininha linda. Seria uma pena se alguma coisa acontecesse com a mãe dela’. E então desapareceu”, disse Stormy Daniels.

A atriz processou o presidente no dia 6 de março, alegando que Trump nunca assinou um acordo concebido para garantir que ela não falasse sobre um relacionamento “íntimo” entre os dois.

Assessores da Casa Branca não responderam de imediato a pedidos por comentários depois que a entrevista foi exibida.

Trump não respondeu quando repórteres perguntaram se ele assistiria à entrevista enquanto voltava à Casa Branca da Flórida na noite de domingo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo