José Padilha rebate críticas de Dilma Rousseff à série O Mecanismo: Não sabe ler

Por Metro Jornal

A nova série da Netflix, "O Mecanismo", que é inspirada na Operação Lava Jato, estreou na semana passada e já está envolvida em polêmica.

O diretor José Padilha concedeu uma entrevista ao jornal "Folha de S. Paulo", neste último domingo (25), em que defendeu a produção e reagiu às críticas negativas feitas nas redes sociais, inclusive pela ex-presidente Dilma Rousseff. "Na abertura de cada capítulo, está escrito que os fatos estão dramatizados", afirmou ele. "Se a Dilma soubesse ler, não estaríamos com esse problema".

Leia mais:
Dilma acusa nova série da Netflix sobre Lava Jato de propagar notícias falsas
O Mecanismo: Netflix divulga novo trailer da série original brasileira

Uma das cenas que mais tem rendido comentários entre quem assistiu à série é a frase "estancar a sangria", que foi dita por senador Romero Jucá (PMDB-RR) e na trama da Netflix é reproduzida pelo ator que interpreta o ex-presidente Lula. Segundo Padilha, "Jucá não é dono dessa expressão", por isso os roteiristas "estariam livres" para usá-la.

Dilma Rousseff postou um texto também neste domingo acusando o diretor de agir de má fé e de "O Mecanismo" ser dissimulada e mentirosa. "Embora diga ser baseada em fatos reais, a série é uma coleção de preconceitos e ‘fake news’", escreveu ela no Facebook.

A Netflix ainda não se manifestou sobre o caso.

Veja o post publicado pela ex-presidente Dilma:

Confira o trailer da série:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo