André Abujamra canta em SP e apresenta riqueza sonora do novo álbum Omindá

Por Metro Jornal
André Abujamra Omindá

O multiculturalismo sempre foi um elemento fortemente presente no trabalho de André Abujamra. No álbum “Omindá – A União das Almas do Mundo Pelas Águas”, que acaba de ser lançado, o artista aprofunda essa toada de forma radical.

Ao longo de 11 anos, Abu percorreu 13 países, por onde coletou participações de artistas locais. Com eles, enriqueceu as 15 faixas que compõem o disco, produzido de forma independente.

A ideia de água – e a ausência de fronteiras que elas experimentam – norteia todas as composições, que convocam justamente à coletividade e a essa mistura livre entre povos colocada à prova pelo artista.

Leia mais:
Gregório Duvivier ganha nova temporada de seu noticiário na HBO
Santa Clarita Diet: segundo ano da comédia zumbi estreia nesta 6ª na Netflix

O título do disco vem do idioma Yorubá. Nele, Omin é água e Da é alma. A junção dos dois termos gera, portanto, a noção de comunhão reafirmada pelo álbum, valorizada com a troca de sonoridades que promove uma conexão entre o Brasil e o resto do mundo.

Essa perspectiva está presente desde a faixa de abertura, “Real Grandeza”, na qual Abu canta “A real grandeza é de onde vim / A real grandeza é pra onde eu vou”.
Entre os destaques das colaborações internacionais estão a Orquestra Filarmônica da Cidade de Praga e o tradicional coral de senhoras O Mistério das Vozes Búlgaras, com os quais o artista gravou as bases das canções.

Vale ressaltar ainda a participação nada óbvia de Zaza Fournier (França), Ballaké Sissoko (Mali), Sasha Vista (Rússia), Oki Kano (Japão) e da portuguesa Maria de Medeiros, já bastante conhecida dos brasileiros.

Abujamra também contou com parcerias brasileiras na criação das faixas, realizadas ao lado de nomes como Xis, Mauricio Pereira, e Anelis Assumpção.

“Omindá” ganha show de lançamento neste fim de semana no Auditório Ibirapuera. Para dar ao público a dimensão do tamanho desse empreendimento musical – que o próprio Abujamra classifica como o “projeto da vida” dele –, o artista vai projetar, durante a apresentação, um filme com as imagens captadas durante suas viagens. Cada faixa executada funciona, portanto, como trilha de um pedaço dessa jornada.

Serviço:
No Auditório Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, s/n, parque Ibirapuera, tel.: 3629-1075). Nesta sexta-feira (23) e sábado (24), às 21h; dom., às 19h. R$ 30.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo