A mulher de hoje não é mais uma coadjuvante, afirma Miss Goiás

Por Andréa Garbim/Portal da Band

Giovanna Veríssimo é uma das candidatas ao título de Miss Brasil.

Representando o estado de Goiás, a moça, de 23 anos, espera encorajar outras mulheres na luta por seu espaço na sociedade. “Quero aproveitar o meu título para mostrar que ser uma miss vai muito além da beleza. É preciso influenciar as mulheres, principalmente em como lutar por direitos iguais. Para mim, essa é a grande missão de uma miss”, ressaltou.

Com participação em alguns projetos sociais, a estudante de Direito conta que faz parte do projeto Mulheres Poderosas, no qual desenvolve campanhas de arrecadação de fundos para as obras do Hospital do Câncer de Inhumas. “Também faço parte de um grupo muito especial, Terapeutas da Alegria, que leva um pouco de felicidade e humanização para pacientes internados.

Giovanna falou bastante sobre o perfil da mulher de hoje. “Já faz tempo que deixamos de ser coadjuvantes, restritas apenas às atividades do lar. Agora estamos no comando de universidades, empresas e, em muitas ocasiões, somos chefe de família. Me sinto como uma porta voz das mulheres de Goiás e quero somar cada vez mais nos debates e ações na luta pela equidade social”, afirmou.

“Precisamos ter consciência que somos capazes de exercer qualquer atividade, qualquer profissão em qualquer lugar. Esse empoderamento está presente nas minhas atitudes, e é com esse espírito que pretendo incentivar outras mulheres a incorporarem esse potencial”, finalizou a candidata à coroa de mulher mais bela do país.

O Miss Brasil Be Emotion será realizado no dia 19 de maio, com transmissão ao vivo pela Band e pelo Portal da emissora.

Conheça um pouco mais sobre a candidata:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo