Dia Internacional da Mulher: data inspira eventos culturais em São Paulo; confira

Por Metro Jornal

Dia de reflexão sobre a igualdade de gênero e o respeito ao universo feminino, o 8 de março é lembrado no mundo inteiro em diversas frentes.

Por conta disso, diversas entidades culturais promovem atividades voltadas à valorização do papel das mulheres não somente nesta própria quinta-feira, mas no mês inteiro.

Leia mais:
Mulheres ganham 50% de desconto em livros na Saraiva no dia 8 de março
Bares e restaurantes fazem promoções no Dia da Mulher; veja lista

Confira algumas atrações que acontecem em SP e programe-se:

Viola Davis
O Museu da Imagem e do Som realiza nesta quinta-feira (8) uma mostra de filmes que celebra a atriz americana Viola Davis. Símbolo de força feminina, a artista tem sido apontada como uma das grandes ativistas a favor das mulheres e contra o racismo. Além dos papéis marcantes, ela também chamou a atenção com seu discurso poderoso durante o Oscar 2017, quando foi premiada como Melhor Atriz Coadjuvante. Veja a programação completa do dia. No MIS (av. Europa, 158, Jardim Europa; tel.: 2117-4777). Nesta quinta, das 12h às 21h. Grátis (ingressos serão distribuídos 1h antes de cada sessão).

Donas da Rua
O Conjunto Nacional é palco de uma mostra do projeto Donas da Rua, parceria de Maurício de Sousa com a ONU Mulheres, que homenageia 18 mulheres notáveis da história recente da humanidade. No local, várias personagens femininas da Turma da Mônica interpretam mulheres fortes, como a ganhadora do Prêmio Nobel da Paz Malala Yousafzai e a campeã de judô Rafaela Silva. Em cartaz somente até o dia 9. No Conjunto Nacional (av. Paulista, 2073, Piso Térreo). Nesta quinta e sexta, das 7h às 22h. Grátis.

Helena Solberg
O Centro Cultural Banco do Brasil promove, até o dia 19, uma retrospectiva da cineasta Helena Solberg que conta com 17 filmes (entre documentários e ficções em formatos e durações diversas). Feminismo, exílio, ditadura, trabalho e engajamentos políticos são alguns dos temas de obra. Vale dizer que no dia 17 haverá uma aula magna com a diretora. No CCBB (r. Álvares Penteado, 112, Centro; tel.: 3113-3651). De quarta a segunda, das 9h às 21h. Grátis (retirada de senha uma hora antes do início de cada sessão).

Produções femininas
A Casa das Rosas realiza projeto dedicado às mulheres com reflexões sobre gênero, feminismo, raça e até ancestralidade. Até o dia 15 de abril serão realizados saraus, cirandas e slams baseados em trabalhos artísticos e literários feitas por mulheres. Para participar dos eventos, que terão vagas limitadas, é preciso fazer inscrição on-line no site da Casa das Rosas ou ir diretamente lá. Na Casa das Rosas (av. Paulista, 37, Paraíso; tel.: 3285-6986). De terça a sábado, das 10 às 22h; domingos e feriados, das 10 às 18h. Grátis.

Mirante 18h30
Até o dia 29 de março, o Mirante 9 de Julho dedica às mulheres a programação do projeto Mirante 18h30. Nas terças-feiras, haverá presença de Carolina Zingler e Nuvens; nas quartas, da cantora e compositora Gabriella Albuquerque; nas quintas, de Bia Doxum cantando rap, e, nas sextas, do Groove de Bamba, com exceção da primeira sexta-feira do mês que será por conta de Gabriella Albuquerque, com Funk´n Soul Music. No Mirante 9 de Julho (r. Carlos Comenale, s/n, Bela Vista; tel.: 3111-6330). De terças às sextas-feiras, às 18h30. Grátis.

Negras Mulheres
O Museu Afro Brasil vai realizar visitas monitoradas com o tema "Negras Mulheres" nos sábados de março. O objetivo das atividades é provocar uma reflexão sobre a contribuição histórica e estética de mulheres das mais variadas áreas, como pintoras, escritoras e líderes religiosas. No Museu Afro Brasil (av. Pedro Álvares Cabral, Portão 10, s/n, Parque Ibirapuera; tel.: 3320-8900). Sábados (10, 17, e 31 de março), às 14h. Grátis.

Muitas
Exposição coletiva reúne 11 nomes de destaque da arte contemporânea com o objetivo de representar o universo feminino além dos estereótipos. Entre as artistas que participam estão Rita Wainer, que tem como objetivo explorar temas femininos e feministas em diversas plataformas, e Criola, que busca mostrar a história e a ancestralidade afro-brasileira em seus grafites. No Pico (r. fidalga, 98, Vila Madalena). De quarta a sábado, das 14h às 19h. Até 24 de março. Grátis.

Meryl Streep
A Biblioteca Mário de Andrade homenageia a atriz Meryl Streep e toda sua obra no cinema como meio de inspirar as mulheres neste mês. Na programação estão os filmes "Kramer vs Kramer" (1979), "A Escolha de Sofia" (1982), "As Pontes de Madison" (1995) e "As Horas" (2002). Na Biblioteca Mário de Andrade (r. da Consolação, 94, Centro; tel.: 3775-0002). Quartas (14, 21 e 28 de março), às 19h. Grátis.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo