MasterChef: Cozinha também é transcendência, afirma padre Evandro

Por band.com.br

O padre Evandro enfrentou Césare em um duelo de churrascos no episódio exibido nesta terça-feira, dia 6, e saiu vitorioso. O pároco, que é formado em filosofia e gosta de cozinhar uma comida mais rústica, disse que ficou em estado de euforia ao ganhar o avental.

Leia mais:
MasterChef Brasil volta ainda mais tenso e apetitoso em sua quinta temporada
MasterChef: Veja fotos do primeiro dia de disputa por uma vaga

"Foi um embate de estados, de idade, de personalidade e de carnes. O Césare trouxe uma picanha, enquanto eu trouxe a costela. Acho que os chefs gostaram mais do meu churrasco pelo jeito de fazer, o carinho de apresentar e o empratamento", declarou em entrevista ao Portal da Band.

"Entrar no MasterChef Brasil me deixou feliz, realizado. Eu fiquei em total estado de euforia, de alegria. Até dei um grito. O churrasco entrou no MasterChef Brasil por mim e isso foi muito legal", celebrou o padre Evandro, que deseja abrir um restaurante e conciliar com sua vida episcopal.

Para o paulista, cozinhar é uma extensão do altar, onde ele coloca todo o seu amor e dedicação. "A cozinha também é uma transcendência. Ali a gente se eleva, ali a gente se transforma. Eu sempre cozinhei para os meus amigos, mas nunca achei que pudesse estar aqui. Foi o pessoal dizendo: 'Vai, se inscreve, vai que dá certo?'. Eu acreditei mais no que os outros disseram do que em mim mesmo", contou.

"Espero me encontrar aqui dentro do programa e perceber que essa pegada também é minha. Minha maior dificuldade será com as pessoas que sabem cozinhar e conhecem técnicas culinárias. Eu estou correndo atrás, estudando muito", garantiu o Evandro. Padre há nove anos e atuando na maior paróquia de Sorocaba, no interior de São Paulo, o participante contará com uma torcida fervorosa. "O povo da paróquia está na torcida total", revelou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo