Naldo diz que não reatou com Moranguinho após agressões

Por Band.com.br

Naldo Benny e Ellen Cardoso não estão dividindo o mesmo teto conforme foi noticiado recentemente na imprensa.

O cantor continua seguindo a medida protetiva, baseada na Lei Maria da Penha, que o impede de se aproximar da ex-mulher após ser acusado de agressão em dezembro do ano passado. Na ocasião, ela afirmou à polícia que levou socos, pontapés e puxões de cabelo motivados por ciúmes e revelou às autoridades que o funkeiro mantinha uma arma sem registro em casa, o que culminou em sua prisão em flagrante.

Depois de pagar fiança, Naldo foi liberado e gravou um vídeo chorando, demonstrando arrependimento.

"Em relação às últimas informações que foram divulgadas na imprensa sobre o meu retorno com a Ellen, digo que isso não procede. Eu mais do que ninguém desejo ter minha família de volta. Espero se Deus quiser, em breve, ter boas notícias", declarou o músico nessa quinta-feira, dia 22.

O perdão

Menos de 20 dias após procurar a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), no Rio de Janeiro, a ex-dançarina deu a entender em sua página no Facebook que daria uma nova chance ao marido. "É triste ver o quanto as pessoas estão se tornando frias e sem coração. Saem apontando os seus dedos como se focem metralhadoras e dando sentenças que só cabem a Deus dar. É fácil julgar o problema do outro, difícil é quando ele acontece dentro da sua casa e só você conhece a real história", disse à época.

"O nosso futuro a Deus pertence e todas as coisas conspiram para o bem dos que amam a Deus…então deixo em suas mãos e creio que ele nos dará direcionamento, seja ele para seguirmos nossas vidas ou para reconstruir nossa família. Eu só desejo que sejamos felizes e que tudo que seja feito seja para o nosso bem. Respeitem o nosso momento, está sendo muito difícil para todos nós. Não julguem sem nos conhecer. Por trás de tudo isso existem pessoas igual a você, uma família que sofre, uma filha que chama pelo pai, cheia de saudade… Um homem cheio de amor desesperado para reparar seus erros e uma mulher com o coração muito ferido, mas que precisa ser forte para recomeçar", desabafou.

Depois disso, Ellen voltou a morar na residência que o casal dividia no Rio com a filha, Maria Victória, de 2 anos.

O cantor, então, passou a frequentar sessões de terapia, além de ser acompanhado por um psicólogo. "De dezembro para cá, não tenho como mensurar o prejuízo que eu tive na marca, perda de valores, e na minha vida como Ronaldo, que acho que é o pior. Mas eu continuo buscando ajuda, porque eu reconheci e aprendi que eu tenho a questão do meu passado, de coisas que eu via acontecendo com o meu pai e com a minha mãe dentro de casa, de agressões… Isso acabou me fazendo muito mal. Eu tinha uma doença, um problema no qual todos os dias eu acordo ciente de que eu tenho que curar", disse ele em um desabafo no YouTube.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo