Estrela do filme A Múmia, Brendan Fraser revela que foi vítima de assédio sexual

Por Metro Jornal

O ator Brendan Fraser contou em uma entrevista para a revista "GQ" que também foi vítima de assédio sexual em Hollywood e, por isso, se afastou dos holofotes durante anos.

Segundo ele, o caso ocorreu em 2003 e o autor do assédio foi o jornalista Philip Berk, que na época era presidente da Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood (HFPA), responsável pela organização do Globo de Ouro. "Eu me senti enojado. Senti-me como uma criança, como se minha garganta estivesse fechada. Pensei que iria chorar", disse o ator depois de revelar ter sido acariciado nas nádegas por Berk.

Leia mais:
Artistas vão ao BRIT Awards com flores contra casos de assédio sexual
Marilyn Manson é acusado de assédio sexual por atriz da série House

O jornalista já tinha divulgado a situação em um livro de memórias e também em um artigo publicado pelo "New York Times", mas alegando ter sido apenas "uma brincadeira".

A versão de Fraser, porém, é bem diferente e teria motivado seu mal-estar. "Não queria lidar com o que aquilo fazia eu me sentir ou que fizesse parte da minha narrativa", afirmou.

Philip Berk chegou a entrar em contato com a revista "GQ" para pedir desculpas ao ator, mas também disse que a versão de Fraser é "totalmente fabricada".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo