Em entrevista, Anitta fala sobre o hit 'Vai Malandra' e feminismo; confira

Por Metro Internacional

Grande revelação no Brasil e agora conhecida internacionalmente, a cantora Anitta está dando o que falar. Em entrevista para à Agence France-Presse (AFP), uma das maiores agências de notícias do mundo, a cantora respondeu perguntas sobre seu novo single "Vai Malandra" e feminismo.

Vai Malandra

A cantora de funk de 24 anos tem sido elogiada e também criticada pelo clipe viral que começa com um close nas suas celulites e vende o imaginário sensual das favelas brasileiras. Enquanto algumas pessoas apontaram a hipersexualização da mulher, outras consideraram o vídeo um símbolo de empoderamento feminino.

Quando perguntada se considera feminista, a cantora respondeu:

"Sim. E eu, como mulher, tento fazer a minha parte. Ainda há um longo caminho para todos nós termos os mesmos direitos ", respondeu a funkeira.

"O machismo no Brasil é muito grande, mas acredito na mudança e juntas somos mais fortes", acrescentou a cantora.

Em meio a uma onda global de denuncias de mulheres contra o assédio sexual, um dos pontos mais criticados de "Vai Malandra" foi que Anitta contratou o fotógrafo americano Terry Richardson, vetado recentemente em revistas conceituadas como Vogue por conta de várias queixas de assédio e abuso contra ele.

Anitta havia dito anteriormente que analisou várias opções quando soube das acusações e que, apesar de repudiar qualquer tipo de assédio, decidiu respeitar as pessoas que haviam trabalhado no vídeo e lançar o hit que teve mais de 90 milhões de visualizações em pouco mais de quinze dias no YouTube.

Quanto ao seu mais novo sucesso,  Anitta declarou que se sente orgulhosa por dar uma nova cara à riqueza musical do Brasil e permitir que o mundo conheça o funk.

"Acho que o fato de estarmos com um funk lá fora mostra ainda mais nossa diversidade musical. [É] Importante pra tanta gente que trabalha com música e com o funk", afirmou a cantora.

Confira o vídeo da Anitta:

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo