"Tudo por um Furo" conta com participação especial de Will Ferrell

Por Caio Cuccino Teixeira
Ferrell (esq.), Rudd e Carell na cena mais surpreendente do filme | Divulgação Ferrell (esq.), Rudd e Carell na cena mais surpreendente do filme | Divulgação

Para promover “Tudo por um Furo”, que estreia nesta sexta-feira no Brasil com Cid Moreira como narrador na versão dublada, Will Ferrell embarcou em uma louca turnê de divulgação. Mas, para ele, esse é um trabalho feito com amor.

Ele e o coroteirista e diretor Adam McKay haviam jurado nunca fazer sequências. “Apesar de sermos totalmente contra, tínhamos essa conversa paralela de que, se um dia fizéssemos, provavelmente seria de ‘O Âncora’”, confessa o ator.

O filme original, lançado em 2004, conquistou um status quase cult após seu lançamento em DVD. “As pessoas começaram a se apaixonar por esse filme após o assistirem repetidas vezes”, afirma.

Em “Tudo por um Furo”, Ron Burgundy se reúne a sua equipe, formada por Paul Rudd, Steve Carell e Davi Koechner, em uma nova época – os anos 1980 – e com novos desafios: um canal de notícias 24 horas com uma mulher negra como chefe.

Em termos de quantidade de piadas, o longa apresenta um volume parecido com o primeiro. A grande diferença está no número de participações especiais, agora ainda maior. Kanye West, Will Smith, Tina Fey, Liam Neeson e Harrison Ford são uma pequena fração dos nomões que emprestam o rosto ao filme.

“Aí está o amor das pessoas por ‘O Âncora’”, aponta o ator que, originalmente, queria Brad Pitt no papel do âncora rival Jack Lime, conquistado por James Marsden.

O ator aproveitou para ler o Metro do Canadá durante os bastidores da gravação O ator aproveitou para ler o Metro do Canadá durante os bastidores da gravação | Divulgação

Will Ferrell diz ainda que o clima do filme é de uma reunião de colegas dos tempos de colégio. “Só o fato de estarmos de volta a nossos figurinos deixou todo mundo sentimental”, lembra-se ele.

“Vai soar como algo um tanto clichê, mas não sei se já trabalhei tão próximo de um elenco quanto desse. A forma como desenvolvemos esse senso de deixar o colega ser engraçado sem qualquer competição real é algo bastante raro”, conclui.

Assista o trailer:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo