Filme de Clooney mostra telas valiosas confiscadas por nazistas

Por Caio Cuccino Teixeira
John Goodman (esq.), Clooney e Matt Damon estrelam a produção | Divulgação John Goodman (esq.), Clooney e Matt Damon estrelam a produção | Divulgação

Você pode pensar que todas as histórias da Segunda Guerra Mundial já foram levadas ao cinema, mas George Clooney tem uma novidade. Seu último trabalho como diretor, “Caçadores de Obras-Primas”, que chega nesta sexta-feira aos cinemas e é baseado no livro homônimo de Robert M. Edsel, mostra um grupo de experts selecionados para recuperar obras valiosas confiscadas pelos nazistas.

“Gostamos da história e não estávamos familiarizados com ela, o que é raro quando se fala da Segunda Guerra”, diz Clooney. “Queríamos falar sobre um assunto muito sério, mas de um modo que divertisse o público. Foi uma conquista, pois um filme sobre a salvação de obras de arte não soa exatamente divertido, então precisamos lembrar o público de que não estamos falando apenas sobre pinturas na parede, mas sobre cultura”, complementa.

A convicção com que Clooney fala tem origem em experiências pessoais que o ajudaram na motivação para realizar o filme.

frame-livro-cacadores-obras-primas“Passei muito tempo em vilarejos no Sudão, onde não só mataram o povo dali e seus filhos como ainda destruíram coisas que eles tinham construído e que vinham de muitas gerações”, ressalta Clooney. “Destruímos o que tornava a comunidade como algo deles. Percebemos como não protegemos a arte durante o início da Guerra no Iraque. Agora um monte de arte foi perdida. Isso pode afetar um povo de um modo muito profundo”, completa.

Seu quinto filme como diretor também é o primeiro atrás das câmeras desde “Tudo Pelo Poder” (2011). “Prefiro dirigir do que fazer outras coisas. Isso é infinitamente mais criativo”, analisa. “Não sei se melhorei, mas estou certamente evoluindo em diferentes direções. Tudo o que é preciso é tentar aprender com pessoas com quem já trabalhei. Eu já estive com os irmãos Coen, [Steven] Soderbergh, Alexander Payne. Eles são excelentes diretores. Você só precisa tentar ver o que eles fazem e então roubar suas ideias. Essa é a teoria.”

Resenha – Elenco de estrelas em filme morno

Um longa com George Clooney, Matt Damon, Cate Blanchett e um subaproveitado Bill Murray, entre outros grandes nomes, não é de se esnobar. E, justamente por esse elenco, espera-se mais de “Caçadores de Obras-Primas”. De importância e interesse mundial, a história é apresentada na telona com muitos recortes, sem aprofundar os meandros das buscas e usando muito bem a artimanha da exaltação ao exército americano – que, definitivamente, não trabalhou sozinho nesses resgates.

Veja o trailer:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo