De onde vêm as grandes fortunas das pessoas mais ricas do mundo

Por Metro Internacional

Além de revelar que os cinco bilionários mais ricos do Brasil possuem uma riqueza equivalente à metade da população mais pobre do país, o relatório deste ano da Oxfam também apontou qual é a origem das grandes fortunas.

Segundo o levantamento da confederação de ONGs que trabalha para a redução da desigualdade,  dois terços das fortunas estão ligadas à herança, monopólio e ao chamado “capitalismo de compadrio”, que segundo o economista Stephen Haber, da Universidade Stanford, “é um sistema em que os próximos das autoridades recebem favores de alto valor econômico”.

Segundo a Época Negócios, nos próximos 20 anos a previsão é de que as 500 pessoas mais ricas do mundo deixem cerca de US$ 2 trilhões em herança para seus familiares.

“Além disso, quando a gente olha a relação das empresas com o estado e o capitalismo de compadrio, muitas empresas e bilionários têm a ver com a forma como são feitas as privatizações, com a corrupção, as influências para conseguir benefícios fiscais”, explicou Katia Maia, diretora-executiva da Oxfam no Brasil.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo