Bancos anunciam corte de juros após queda da Selic

Por Estadão Conteúdo
Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Bancos anunciam corte de juros após queda da Selic

O Itaú Unibanco anunciou nesta quarta-feira, 6, repasse integral do corte na taxa Selic para os juros de suas linhas de crédito para pessoas física e jurídica. A decisão acompanha a redução da taxa básica de juros da economia anunciada hoje pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Esta é a oitava vez no ano que o banco reduz as suas taxas, que passam a valer a partir do dia 13.

"Repassamos a Selic integralmente para o empréstimo pessoal, com taxa mínima saindo de 2,19% para 1,48% ao mês. No cheque especial para pessoa física também houve redução na taxa mínima, que passa a ser de 2,10% ao mês. E, dependendo do perfil do cliente, a redução nas duas modalidades pode ser ainda maior", diz o banco em nota.

Para micro e pequenas empresas serão alteradas as taxas do capital de giro e cheque especial. Para veículos, o banco diz que já vem reduzindo ao longo do ano a taxa de financiamento, convergindo com a queda da Selic.

As taxas cobradas pelo Itaú Unibanco variam de acordo com o perfil e o histórico de relacionamento de cada cliente com o banco.

Bradesco acompanha Selic e reduz taxas

O Bradesco informa que vai repassar o corte de meio ponto porcentual da taxa Selic nas principais linhas de crédito de pessoa física e pessoa jurídica.

Os membros do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiram, por unanimidade, reduzir a Selic (a taxa básica de juros) em 0,50 ponto porcentual, de 7,50% para 7,00% ao ano. O corte, anunciado nesta noite de quarta-feira, 6, pela instituição, foi o décimo consecutivo. O movimento colocou a Selic no nível mais baixo da série histórica do Copom, iniciada em junho de 1996.

Loading...
Revisa el siguiente artículo