Em tempos de economia doméstica, veja como gastar menos com eletricidade

Por Metro Jornal Belo Horizonte
Tirar os carregadores da tomada gera economia - Reprodução
Em tempos de economia doméstica, veja como gastar menos com eletricidade

É, ninguém disse que ia ser fácil. Ou, numa tradução livre, o mar não tá pra peixe. Com a crise instalada, fazer economia, o que antes era considerada uma prática saudável, hoje é um imperativo para milhões de brasileiros, em muitos casos uma forma de sobrevivência. E essa economia, para hoje ou amanhã, sempre começa dentro de casa.

Figura onipresente em todos orçamentos domésticos, a conta de luz tem ares de imprescindível. Afinal, ficar sem energia elétrica é um pesadelo já vivido por todos, mesmo que em muitos casos por breves minutos. Energia é uma questão de segurança. O lance, então, é atacar os desperdícios e garantir uma conta de luz bem mais suave. Isso, com procedimentos simples que, se tornarem rotineiros, darão com certeza uma economia polpuda.

Simples como desconectar o carregador de celular da tomada assim que acabar de usar. Para quem não sabe, esse dispositivo ligado consome energia, independentemente de estar ou não carregando a bateria de um aparelho celular. Deixar aparelhos de pouco uso desconectados da tomada também ajuda e evita que eles possam queimar durante uma descarga elétrica, o temido raio. E há coisas que podem parecer básicas, mas são ignoradas por muitos. Apagar a luz assim que sair de um cômodo é uma delas. Com um pouco de boa vontade e sempre lembrando da conta de luz, dá para tornar essa ação uma bem-vinda rotina.

E qual o tempo de um bom banho? Inimigo público número 1 de sua conta de luz, o chuveiro elétrico é o que mais pesa no valor. Quantos minutos são necessários para um banho satisfatório é assunto de cada um. Mas se ligue nos números: um chuveiro que funciona 20 horas por mês (ou 40 minutos por dia) consome 90 kWh/mês ou cerca de R$ 60. Então, diminuir o tempo debaixo do chuveiro, para algo que fique entre o prático e o satisfatório, com certeza vai ajudar na economia.

Ferro de passar e máquina de lavar devem ser usados com máximo de roupas possível, como forma de ligar menos esses aparelhos. Uma dica esperta é dar preferência às roupas que não precisam ser passadas depois de lavadas. Igualmente, prefira as lâmpadas fluorescentes em detrimento das comuns incandescentes que gastam muito mais energia. As primeiras são mais caras, mas com pouco tempo de uso pagam o investimento em função da economia e maior durabilidade.

Loading...
Revisa el siguiente artículo