Ações da Petrobras atingem o menor valor no ano na Bovespa

Por Tercio Braga
O preço mais baixo registrado pelos papéis da empesa neste ano havia sido registrado no dia 17 de março | Divulgação O preço mais baixo registrado pelos papéis da empesa neste ano havia sido registrado no dia 17 de março | Divulgação

A Bovespa interrompeu nesta terça-feira uma sequência de três quedas seguidas. O ganho foi limitado pela queda das ações de Vale e siderúrgicas e por nova desvalorização dos papéis das estatais Petrobras e Eletrobras.

O Ibovespa encerrou o dia em alta de 1,57%, a 52.061 pontos, voltando ao azul no acumulado do ano, com ganho de 1,08%. As ações preferenciais da Petrobras fecharam em queda de 1,2%, a R$ 12,45, o menor valor do ano. As ordinárias caíram 1,6%, a R$ 11,94.

O preço mais baixo registrado pelos papéis da empesa neste ano havia sido registrado no dia 17 de março, quando as preferenciais valiam  R$ 12,57, e as ordinárias, R$ 12,02.

O banco UBS reduziu sua recomendação para as ações ordinárias da petroleira para “neutra”, em relatório enviado a seus clientes, assim como cortou o preço-alvo do papel para R$ 15, ante R$ 20.

O gerente de renda variável da Fator Corretora, Frederico Ferreira Lukaisus, disse à “Reuters” que o mercado continua “penalizando” as ações da Petrobras devido às denúncias de corrupção, assim como os papéis da Vale por causa da queda do minério de ferro.

Mas ele disse acreditar que especulações sobre nomes mais pró-mercados para integrar a equipe econômica, como o do ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, tendem a dissipar parte desse mau humor. “Daria um choque de credibilidade”, avalia.

Na parte da tarde, repercutiu no mercado nota do site “247” de que a presidente Dilma Rousseff estaria avaliando o nome do atual presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para a Fazenda, e de Meirelles para o comando do BC.

Além das especulações sobre a equipe econômica, a bolsa também encontrou impulso em Wall Street, onde o índice Standard & Poor’s 500 renovava máxima histórica, ajudado pelo setor de saúde após a aquisição da Allergan pela Actavis.

A ajuda dos chamados papéis defensivos, como Cielo, Ambev, Kroton e BB Seguridade, e o avanço em Itaú Unibanco, Bradesco e Banco do Brasil, contudo, ajudaram a blindar o Ibovespa.

Entre os bancos, o Itaú subiu 2,91%, para R$ 36,06, enquanto o papel preferencial do Bradesco mostrou ganho de 4,49%, a R$ 36,53. Já o Banco do Brasil registrou valorização de 3,67%, para R$ 26. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo