Fim do embargo da carne bovina é assinado por Dilma e Xi Jinping

Por Carolina Santos
UE quer proibir comércio de alimentos de animais clonados | Hidden/Stock.xchng A restrição foi iniciada por causa de um caso atípico da doença da vaca louca no Paraná | Hidden/Stock.xchng

O Brasil deve ampliar ainda mais a liderança mundial da exportação de carne bovina, pois a venda do produto para a China voltou a ser liberada.

Desde dezembro de 2012, a venda de carne bovina aos chineses estava embargada e o fim da proibição foi assinado no último fim de semana entre a presidente Dilma Rousseff e o presidente chinês, Xi Jinping.

A restrição foi iniciada, por causa de um caso atípico da doença da vaca louca no Paraná.

Em entrevista à BandNews FM, o diretor-executivo da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes, Fernando Sampaio, conta que os negócios podem ser retomados ainda neste ano.

Sampaio destaca também que o Brasil tem espaço para aumentar o rebanho e elevar a produção e a exportação porque não tem as limitações de outros países.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo