Aeronáutica assina contrato de compra de 36 caças

Por lyafichmann
Aeronáutica anuncia assinatura de contrato que prevê compra de 36 caças Gripen | Divulgação SAAB Aeronáutica anuncia assinatura de contrato que prevê compra de 36 caças Gripen | Divulgação SAAB

A Aeronáutica anunciou nesta segunda-feira a assinatura de um contrato que prevê a compra de 36 caças Gripen de nova geração do grupo sueco de armamento Saab.

O negócio vai custar US$ 5,4 bilhões, o equivalente a quase R$ 13,5 bilhões.

Na época que o governo brasileiro escolheu o modelo, o preço apresentada pela Saab era considerada a mais barata entre as concorrentes e estava em US$ 4,5 bilhões (R$11,3 bilhões). Mas o preço assinalado no contrato final foi superior ao previsto, em dezembro de 2013.

O acordo para a aquisição dos aviões Gripen ainda estabelece a transferência de tecnologia à indústria brasileira pelos próximos 10 anos. O contrato, de cooperação industrial, incluirá transferências de tecnologia à indústria brasileira.

Os caças serão entregues entre 2019 e 2024. O Brasil será, ao lado da Suécia, o primeiro país a utilizar a nova geração dos caças.

O modelo mais antigo da Gripen já é utilizado pela Aeronáutica da Suécia, República Tcheca, Hungria, África do Sul e Tailândia. A aeronave pode chegar a até duas vezes a velocidade do som e é caracterizada por ser multimissão (com poder de ataque e defesa de alvos em terra e no ar, e também de reconhecimento).

Loading...
Revisa el siguiente artículo