Elektro aumenta conta de luz em 35% em 228 municípios

Por Tercio Braga
A medida afetará 223 municípios localizados no estado de São Paulo e cinco em Mato Grosso do Sul | Stock.xchng A medida afetará 223 municípios localizados no estado de São Paulo e cinco em Mato Grosso do Sul | Stock.xchng

A partir do dia 27, a conta de luz de 2,4 milhões de consumidores residenciais atendidos pela Elektro será reajustada em 35,7%. No agrupado para consumidores de baixa tensão, o aumento será de 35,9%. As novas tarifas foram aprovadas nesta terça-feira, durante reunião de diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A medida afetará 223 municípios localizados no estado de São Paulo e cinco em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a Aneel, o item que mais impactou o reajuste da Elektro foi o aumento dos custos que a empresa teve com compra de energia. Fatores como aumento nos custos com transporte de energia e pagamento de encargos setoriais também influenciaram. Para os consumidores de alta tensão, o aumento será de 40,7%. Com isso, o efeito médio do reajuste ficará em 37,78%.

Para calcular o reajuste, a Aneel considera a variação de custos que a empresa teve no ano – cálculo que inclui custos típicos da atividade de distribuição, sobre os quais incide o IGP-M, além de outros custos que não acompanham necessariamente o índice inflacionário. Entre eles, a compra de energia, encargos de transmissão e encargos setoriais.

cidades-atendidas-pela-elektro Clique para ampliar (versão em PDF)
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo