Cada brasileiro desembolsará R$ 9,1 mil em impostos

Por Tercio Braga

Ao final do ano, cada brasileiro terá desembolsado cerca de R$ 9,1 mil só para pagar tributos neste ano. Segundo cálculos divulgados na quarta-feira pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo), a arrecadação total de impostos em 31 de dezembro deverá ser próxima de R$ 1,85 trilhão.

Até a última terça-feira,  cada consumidor já tinha gastado R$ 4,9 mil no ano em tributos. Na data, o Impostômetro chegou à marca de R$ 1 trilhão. O painel estima o valor total arrecadado em impostos, taxas e contribuições que vão para União, Estados e municípios. É o sétimo ano consecutivo que ele chega à marca R$ 1 trilhão.

Por dia são arrecadados cerca de R$ 4,46 bilhões; e, por segundo, R$ 51,6 mil, segundo levantamento foi feito pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação), que fornece os dados do Impostômetro.

Individualmente, o tributo de maior arrecadação é o ICMS (20,37% do total), seguido da contribuição previdenciária para o INSS (17,33%), do Imposto de Renda (16,08%) e da Cofins (9,97%).

Considerando o valor total de R$ 1 trilhão, os Estados que mais arrecadaram foram São Paulo (35,95%), Rio de Janeiro (14,43%), Minas Gerais (6,85%), Distrito Federal (6,68%), Rio Grande do Sul (5,23%) e Paraná (5,12%).

Cada brasileiro trabalhou até 31 de maio só para pagar tributos. No total, foram 151 dias (um dia a mais do que em 2013), ou cinco meses de trabalho só para essa finalidade. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo