Rússia compensará proibição de importações com mais carne do Brasil

Por Carolina Santos
Rússia ampliará a importação de carne do Brasil | Justin Sullivan/Getty Images Rússia ampliará a importação de carne do Brasil | Justin Sullivan/Getty Images

O ministro da Agricultura da Rússia, Nikolai Fyodorov, disse nesta quinta-feira que o país vai compensar a proibição de importação de alimentos e produtos agrícolas da União Europeia e dos Estados Unidos com um maior fornecimento de carne do Brasil e queijo da Nova Zelândia.

A Rússia também está discutindo a proibição de importação com Cazaquistão e Belarus, disse o ministro em entrevista coletiva.

O governo russo anunciou nesta quinta que vai proibir a importação de frutas, vegetais, carnes, peixes e laticínios dos Estados Unidos, União Europeia, Austrália, Canadá e Noruega.

A proibição será válida a partir de 7 de agosto e irá durar um ano.

Rússia proíbe importações de frutas, vegetais, carnes e laticínios dos EUA e UE

A Rússia vai proibir a importação de frutas, vegetais, carnes, peixes e laticínios dos Estados Unidos, União Europeia, Austrália, Canadá e Noruega, disse o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, em uma reunião governamental na quinta-feira.

A decisão acontece após um decreto assinado pelo presidente russo, Vladimir Putin, ordenando ao governo proibir ou limitar importações de alimentos de países que impuseram sanções a Moscou por seu apoio aos rebeldes no leste da Ucrânia e pela anexação da Crimeia.

“Não há nada bom em sanções e não foi uma decisão fácil de tomar, mas tivemos que fazer isso”, disse Medvedev.

A proibição será válida a partir de 7 de agosto e irá durar um ano, acrescentou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo