Governo oficializa empréstimo de R$ 6 bi às distribuidoras de energia

Por Tercio Braga

O Ministério da Fazenda oficializou um novo empréstimo para as distribuidoras de energia no valor de R$ 6,6 bilhões. Quase 70% do valor deverão sair de três bancos públicos: BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O novo socorro ao setor elétrico ajudará a cobrir o aumento do custo para as empresas.

A falta de chuva este ano fez com que as distribuidoras tivessem gastos extras com a energia mais cara, vinda das usinas térmicas. O secretário-executivo da pasta, Paulo Rogério Caffarelli, afastou a possibilidade de haver novas operações de crédito para o setor elétrico este ano ou no ano que vem.

Em abril, o governo já havia concedido um outro financiamento para atender ao setor. Foram disponibilizados mais de R$ 11 bilhões, dos quais R$ 5 bilhões saíram de bancos públicos.

Nesta quarta-feira (6), o Ministério de Minas e Energia reafirmou que os empréstimos às distribuidoras de energia elétrica resultarão em aumento de 2,6% nas contas de luz em 2015. O reajuste será de 5,6% em 2016, e de 1,4% em 2017.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo