Quase 40% dos caloteiros não vão pagar a dívida

Por lyafichmann

Quatro em cada dez (37%) consumidores inadimplentes admitem que não vão pagar suas dívidas nos próximos três meses. Segundo pesquisa realizada pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pelo portal Meu Bolso Feliz, 28% não pretendem pagar por não ter condições de arcar com o valor. Outros 9% disseram não ter interesse em regularizar o crédito.

O levantamento, feito com 1.245 consumidores em todas as capitais, também aponta que 45% dos entrevistados consideram o valor da cobrança abusivo, e nem tentarão negociar com o credor.

A pesquisa revela que há resistência por parte do consumidor inadimplente em cortar custos e mudar hábitos de consumo. Uma parcela significativa (36%) afirma que a maior dificuldade para iniciar uma negociação e quitar a dívida é abrir mão do padrão atual de consumo e reduzir os gastos.

Quase um quarto (24%) deles admite ainda que costuma deixar de pagar alguns compromissos financeiros para adquirir um determinado produto que gostaria de ter.

Além disso, 18% diz não ter o hábito de pesquisar preços alegando “falta de tempo”. E apenas dois em cada dez (20%) consumidores inadimplentes disseram ter alguma poupança para realizar um sonho no futuro.

“A primeira atitude para organizar as finanças pessoais é reconhecer a necessidade de mudar hábitos que colocam o bolso em risco”, diz o educador financeiro do ‘Meu Bolso Feliz’, José Vignoli. Segundo o especialista, dois graves erros são subestimar os pequenos gastos e fazer compras desnecessárias.

Untitled-1

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo