Mercado corta previsão do PIB brasileiro pela 10ª vez seguida

Por fabiosaraiva
Indústria deve fechar o ano em queda de 1,15% | Lucas Lacaz Ruiz/Futura Press Indústria deve ter desempenho pior, segundo as previsões | Lucas Lacaz Ruiz/Futura Press

A projeção de economistas de instituições financeiras para o crescimento do PIB brasileiro este ano recuou pela 10ª semana seguida com a piora da expectativa do desempenho da indústria. Por outro lado, o cenário para a inflação mostrou mais um pequeno alívio.

Segundo a pesquisa Focus do Banco Central nesta segunda-feira, a projeção para a expansão do PIB em 2014 agora é de 0,86%, contra 0,905 na semana anterior. Em 2013, o PIB cresceu 2,5%.

Um dos principais pesos sobre a economia é a indústria, cuja perspectiva de retração piorou para uma queda de 1,53%, ante recuo de 1,15%. Em junho, a produção industrial brasileira recuou 1,4%, o quarto mês seguido de queda na pior série de perdas desde 2010, conforme divulgado na semana passada.

As expectativas de inflação, por outro lado, vêm perdendo força há três semanas, e os agentes econômicos agora projetam a alta do IPCA em 2014 a 6,39%, 0,02 ponto percentual a menos do que na pesquisa anterior.

Com isso, a projeção se afasta um pouco mais do teto da meta do governo, de 4,5% com margem de 2 pontos percentuais para mais ou menos.

O cenário para a política monetária, por sua vez, não sofreu alterações, com a perspectiva de que a Selic encerre 2014 nos atuais 11% ao ano e 2015 a 12% ao ano. 

Captura de Tela 2014-08-04 às 21.36.44

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo