Em recuperação, Bovespa tem melhor mês em mais de dois anos

Por Tercio Braga

ranking-rentabilidade620Com uma alta de 1,30% desta segunda-feira, a Bolsa de Valores encerrou o mês de março com  uma valorização de 7,4% e liderou o ranking de investimentos. O Ibovespa, principal índice do mercado de ações, teve o melhor desempenho mensal desde janeiro de 2012, fechando aos 50.576 pontos.

Na outra ponta do ranking de investimentos, estão o ouro e o dólar, com quedas de 4,26% e 3,13%, respectivamente em março. No período, a estimativa para a inflação medida pelo  IPCA é de 0,84%.

A Bolsa foi beneficiada por um fluxo positivo de recursos, especialmente de investidores estrangeiros. Apesar de ter emendado o 11º pregão seguido de alta, os especialistas avaliam que o desempenho do mês passado não representa ainda uma recuperação.

“A alta parece estar relacionada ao exagero no passado dos investidores em relação a todos ativos; dólar, Bolsa e juros”, diz Marcio Cardoso, sócio-diretor da Easynvest Título Corretora.  No ano, o Ibovespa acumula queda de 2,12%.

Para ele, a tendência ainda é de volatilidade da Bolsa neste ano, devido ao período eleitoral. No mês passado, contribuiu para o avanço da Bolsa a alta dos papéis das estatais em março a pesquisa CNI/Ibope, que mostrou que a aprovação ao governo da presidente Dilma Rousseff havia caído no fim do mês.

O dólar fechou o último pregão do mês com avanço de 0,44%, a R$ 2,2694 na venda. Especialistas esperam que o BC continue com suas atuações no mercado de câmbio, mas talvez um pouco mais moderadas, preocupado com o impacto do dólar mais fraco sobre as exportações. Para os analistas, o piso informal para o câmbio estaria entre
R$ 2,25 ou R$ 2,30.

Loading...
Revisa el siguiente artículo