Dispositivos de segurança dos carros será definido por consulta

Por Tercio Braga
Entre os dispositivos de segurança beneficiados pela medida estão itens como airbag e freios ABS | Marcelo Camargo / Agência Brasil Entre os dispositivos de segurança beneficiados pela medida estão itens como airbag e freios ABS | Marcelo Camargo / Agência Brasil

O MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) informou nesta segunda-feira, por meio de nota, que prepara consulta pública para definir a lista de componentes para dispositivos de segurança automotivos não fabricados no Brasil, que poderão ter redução temporária do Imposto de Importação para 2%.

A listagem está sendo elaborada pelo MDIC e pelo Ministério da Fazenda. Após a consulta, será encaminhada para a análise do Camex (Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior).

O ministério informou que o mecanismo de redução tributária para autopeças está amparado pelo Acordo Automotivo Brasil-Argentina, firmado em 2000, e já foi utilizado em duas ocasiões. Em 2010 e em 2012, para a implantação do sistema Euro 5, que estabelece motores mais eficientes, com novos limites de emissão de poluentes – Resolução Camex nº 88.

Entre os dispositivos de segurança beneficiados pela medida estão itens como airbag e freios ABS. Como serão incluídos na lista apenas componentes sem produção nacional, o benefício de redução tributária perderá efeito se o produto começar a ser fabricado no país. A consulta pública terá duração de 30 dias e estará disponível no site do MDIC em breve.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo