Índice de Confiança do Consumidor na economia cai 3,5%

Por Caio Cuccino Teixeira
Movimentação de consumidores em hipermercado durante esta madrugada em São Paulo | Avener Prado/Folhapress Índice medido pela FecomercioSP atingiu a marca de 131,7 pontos | Avener Prado/Folhapress

O ICC (Índice de Confiança do Consumidor), medido pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), caiu 3,5% em comparação a dezembro último e 17,9% sobre janeiro de 2013, atingindo a marca de 131,7 pontos. O resultado foi o mais baixo desde março de 2009, quando o indicador ficou em 128,95 pontos. A escala que mede o ICC vai de zero a 200 pontos e quanto mais alto o resultado, maior a confiança do consumidor na economia.

Em dezembro de 2013, a confiança chegou a 136,6 pontos e em janeiro do ano passado 156,1 pontos. O ICC é formado por outros dois índices: o Índice de Expectativa do Consumidor, que recuou 2% sobre o mês passado (132,8 pontos) e 18,8% na comparação com janeiro de 2013 (163,5 pontos), e o Índice das Condições Econômicas Atuais – que registrou queda de 17,3% em relação a dezembro de 2013 para as faixas de renda inferior a dez salários mínimos.

Na avaliação dos economistas da FecomercioSP, o resultado reflete a expectativa de um ano difícil com pouca expansão da economia e da renda e orçamento familiar mais comprometido, diante de uma inflação em alta, elevação de impostos e reajuste dos combustíveis.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo