Banco Central norte-americano reduz estímulo à economia

Por Carolina Santos

O Fed (Federal Reserve), o Banco Central norte-americano, anunciou nesta quarta-feira que vai reduzir de US$ 85 bilhões mensais para US$ 75 bilhões mensais o apoio à economia.

No ano passado, o Fed iniciou um programa de aquisição de títulos de dívida no valor de US$ 85 bilhões, num esforço destinado a manter os juros baixos e apoiar a economia.

O Fed também revelou nesta quarta-feira a previsão de crescimento, que foi ampliada, e reduziu a previsão de desemprego para 2014.

O PIB (Produto Interno Bruto) do país deve subir para de 2,8% a 3,2% no próximo ano, uma margem mais ampla que a de 2,9 a 3,1% prevista em setembro, segundo previsões do FMOC (Comitê de Política Monetária). O Fed revisou em leve queda sua previsão de taxa de desemprego para 2014, de 6,3 a 6,6% contra 6,4% a 6,8%.

O Banco Central informou que pode elevar sua taxa básica, mantida próxima de zero desde 2008, se a taxa de desemprego cair a 6,5%. Em novembro, a taxa foi de 7% nos Estados Unidos.

O Fed também espera, para mudar de rumo, que a inflação se situe em torno de seu objetivo anual de 2%.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo