‘Forbes’ coloca Eike entre os maiores desastres do ano

Por Carolina Santos
Fortuna mingou para menos de  US$ 1 bi  | Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr Fortuna mingou para menos de
US$ 1 bi | Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Depois de deixar a lista de bilionários da ‘Forbes’, o Eike Batista agora  aparece como sétimo na lista da revista americana de 20 personalidades com as carreiras mais desastrosas de 2013. O empresário brasileiro já foi o sétimo homem mais rico do mundo, com patrimônio estimado em US$ 30 bilhões, segundo ranking da publicação.

O pedido de recuperação judicial da OGX, petroleira do empresário, em outubro, foi uma das razões para Eike fazer parte do ranking deste ano, de acordo com a ‘Forbes’. Além disso, o empresário teria reduzido também seu patrimônio para menos de US$ 1 bilhão.

Nesta semana, o empresário brasileiro protagonizou mais um episódio que confirmou seu mau momento: seu nome incluído na lista de inadimplentes por uma dívida de R$ 840.

A revista ressalta que não está dizendo que as carreiras das pessoas citadas estão encerradas, mas que elas tiveram um grande impacto negativo este ano. No topo da lista está a celebridade no ramo de culinária Paula Deen. Em maio de 2013, a estrela da TV americana foi acusada de discriminação e assumiu “provavelmente” já ter cometido insultos raciais no passado.

A lista inclui o ator Alec Baldwin, na 9a posição, que teve um talk show suspenso na rede MSNBC após fazer comentários homofóbicos em uma discussão com um fotógrafo filmada pelo site de celebridades TMZ.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo