Empresa poderá ser aberta em até cinco dias, diz Dilma Rousseff

Por fabiosaraiva
Dilma reconhece que processo é uma  ‘via sacra’ | Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr Dilma reconhece que processo é uma
‘via sacra’ | Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira que o governo vai simplificar os processos de abertura e fechamento de empresas no Brasil com a criação de um portal na internet, que possibilitará estes procedimentos com prazo máximo de cinco dias em 95% dos casos.

Em entrevista a uma rádio de Minas Gerais, Dilma disse que o país vai evoluir de um “processo medieval” de criação e fechamento de empresas para um mundo digital.

“A desburocratização é um tema em relação ao qual nós temos de avançar. Nós precisamos, quero te dizer que nós vamos simplificar os procedimentos que as empresas precisam seguir no Brasil”, afirmou.

Dilma reconheceu que atualmente o processo de abrir empresas no país é uma “via sacra”, em que se faz necessário comparecer a vários balcões, apresentar inúmeros documentos e cumprir exigências redundantes, com elevado gasto de tempo e dinheiro.

A Secretaria da Micro e Pequena Empresa, criada pelo governo neste ano com a missão de reduzir a burocracia enfrentada pelo setor, está construindo e vai implantar no próximo ano a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) para agilizar os processos, segundo a presidente. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo