Dólar registra a maior queda semanal em 2 anos

Por Tercio Braga

O dólar comercial fechou a semana registrando a quinta queda seguida. A moeda norte-americana caiu 0,86% e foi cotada a R$ 2,303 para a compra e a R$ 2,304 para a venda. Aumentou o “apetite” de investidores por ativos de risco, como moedas de países emergentes – isso, graças ao relatório de emprego nos Estados Unidos ter ficado abaixo das expectativas.

Contribuiu também para a queda do dólar o programa de intervenções diárias do Banco Central. Na semana e no mês a moeda acumula desvalorização de 3,39% – a maior queda semanal em quase dois anos. No ano, há valorização de 12,69%.

Bovespa fecha em alta

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em forte alta de 2,67%, aos 53.749 pontos. O giro financeiro foi de R$ 8,99 bilhões. Influenciaram na valorização do índice, os dados mais fracos que o esperado do mercado de trabalho dos Estados Unidos. Isso dá a entender que o banco central do país, pode continuar com programa de estímulo.

No cenário doméstico, teve influência a valorização dos papéis da Petrobras e da Gol. Mas quem liderou os ganhos foi a OGX Petróleo, que subiu 26,83%. Do outro lado, lideraram as perdas, os papéis da MMX Mineração que caíram 1,32%. Na semana, a bolsa acumula valorização de 7,48% e no ano tem queda de 11,82%.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo