Conglomerado The Washington Post é vendido por U$ 250 milhões

Edições históricas do Washington Post/Reprodução Edições históricas do Washington Post/Reprodução

O conglomerado The Washington Post anunciou nesta segunda-feira que vendeu suas atividades de edição, incluindo o jornal de mesmo nome, ao fundador e presidente da Amazon, Jeff Bezos, por US$ 250 milhões.

Bezos comprou a título pessoal, sem envolver a Amazon, apenas a divisão de imprensa do grupo The Washington Post, que também administra a empresa Kaplan e emissoras de televisão, rádio e cabo.

Este surpreendente anúncio foi feito dias depois de o The New York Times anunciar que aceitou vender o jornal The Boston Globe por US$ 70 milhões a um investidor norte-americano e proprietário do clube de futebol inglês Liverpool e o do de beisebol Red Sox de Boston.

“Decidimos vender depois que, após administrar durante anos as dificuldades do setor, nos demos conta de que poderia haver outro dono que fosse melhor para o Post”, disse Donald Graham, presidente e diretor do The Washington Post Company.

“A conhecida tecnologia de Jeff Bezos e seu talento para os negócios, seu olhar a longo prazo e sua integridade pessoal o transformam na pessoa (indicada) para ser dona do ‘Post"”, acrescentou.

“Entendo o papel crucial que o jornal possui em Washington e em nosso país e os valores do Post não vão mudar”, prometeu Bezos.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo