Governo corta taxas de importação para 100 produtos

Por Carolina Santos
Ministro Guido Mantega | REUTERS/Fabio Rodrigues-Pozzebom Ministro Guido Mantega | REUTERS/Fabio Rodrigues-Pozzebom

O governo decidiu não renovar o aumento das tarifas de importação de 100 produtos para reduzir os custos da indústria de transformação. Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, essa medida diminuirá o impacto da alta do dólar nos preços do país e vai ajudar a reduzir a inflação.

“Temos um dólar mais valorizado e não faz sentido manter o imposto elevado”, afirmou Mantega. “A indústria se fortaleceu no país e pode enfrentar a concorrência maior”, acrescentou.

Segundo o ministro, com medida, a tendência é de redução de preços devido à  competição dos produtos internacionais que ficarão mais baratos. As alíquotas foram elevadas de uma média de 8% a 10% para 25% em outubro passado e valem até setembro.

A balança comercial brasileira, que mostra a diferença entre as importações e as exportações do país, registrou déficit de US$ 1,9 bilhão em julho, o pior resultado para o mês da série histórica, iniciada em 1993.

Com isso, o saldo no acumulado do ano ficou negativo em US$ 5 bilhões, também um recorde. Antes, o maior déficit havia sido registrado em 1995.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo