Stan Lee processa a própria empresa alegando danos morais

Por www.band.com.br

Stan Lee entrou em mais uma polêmica, mas desta vez é um processo judicial contra a própria empresa que ajudou a criar. O empresário abriu uma ação contra a POW! Entertainment pedindo a bagatela de US$ 1 bilhão por danos morais.

De acordo com documentos obtidos pela Varity, Stan Lee foi coagido a assinar um contrato fraudado que garante à empresa direitos exclusivos sobre seu nome, quando na verdade ele negociou um acordo sem essa cláusula.

A papelada ainda ressalta que a empresa Camsing International Holding se aproveitou da visão debilitada do magnata para agir de má fé no momento da compra da POW!. Os documentos da aquisição teriam sido alterados secretamente e sem o consentimento de Stan Lee.

Lee fundou a POW! em 2001 ao lado de Gil Champion e Arthur Lieberman. Por conta dessa ação judicial, o empresário alega ter sofrido danos morais e exige um ressarcimento no valor de US$1 bilhão dos novos proprietários da instituição. A assessoria de imprensa não comentou o caso.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo