Com brasileiros no elenco, Ballet du Capitole de Toulouse defende Rudolf Nureyev

Por Metro Jornal

Experiente bailarino clássico, o gaúcho Norton Fantinel encontrou no Ballet du Capitole de Toulouse algo que instigou ainda mais sua técnica: as intrincadas versões do russo Rudolf Nureyev (1938-1993) para grandes obras do repertório do balé.

“A marca dele é a grande dificuldade técnica em pas de deux e solos. Sinto que ele queria desafiar o bailarino, pois só passando dos limites é que você consegue evoluir”, diz Fantinel.

Leia mais:
Festival Coachella terá transmissão ao vivo no YouTube
7 filmes que deixarão a Netflix nos próximos dias

Ele prova o que diz na curta temporada brasileira que faz ao lado da companhia, na qual atua como solista. O programa apresenta trechos de espetáculos como “La Bayadère”, “Romeu e Julieta”, “O Lago dos Cisnes”, “A Bela Adormecida” e “Dom Quixote”, todos nas versões reimaginadas por Nureyev, considerado um dos maiores bailarinos da história, além de aclamado diretor do Balé da Ópera de Paris.

“Tem que estar muito concentrado e preparado para dançar essas versões”, diz o brasileiro, que exalta ainda o refinamento do conjunto. “Uma das características da companhia é que ela sempre prima muito pela qualidade como é praxe da escola francesa.”

Além dele, outras brasileiras integram o elenco, como Karina Moreira e Dafne Barbosa.

A direção fica a cargo do ex-bailarino Kader Belarbi. “Kader é apaixonado por seu ofício. Ele trabalhou diretamente com Nureyev e pode agora repassar todo esse aprendizado e ensinamento a seus bailarinos”, conclui Norton.

Serviço:
No Teatro Alfa (r. Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, tel.: 5693-4000). Nesta terça-feira (10) e quarta-feira (11), às 21h. De R$ 50 a R$ 220.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo