Exposição gratuita em São Paulo faz panorama da arte produzida na Bélgica

Por Metro Jornal

Nos grandes museus europeus, a produção artística da Bélgica costuma se misturar com a do resto do continente. Uma exposição gratuita que foi aberta nesta semana no Centro Cultural Fiesp vai permitir um olhar mais atento para como movimentos estilísticos das artes visuais se manifestaram especificamente no país.

“100 Anos de Arte Belga” reúne 69 obras de 37 artistas adquiridas ao longo de 30 anos pelo colecionador Heinrich Simon. Ele morreu em 2011 e essa é a primeira vez, desde então, que as telas viajam para o exterior.

Leia mais:
Ben Affleck pode estrelar filme de ação sobre a Tríplice Fronteira produzido pela Netflix
Vídeo com canção de encerramento do anime Tokyo Ghoul:re traz cenas inéditas; assista

O recorte escolhido entrega justamente o que o título da exposição promete: um panorama pela arte belga entre os anos de 1880 a 1980.

Isso faz com que a mostra apresente desde nomes renomados, como René Magritte (1898-1967) e Paul Delvaux (1897-1994), a outros menos conhecidos, como Emile Claus (1849-1924) e Louis Van Lint (1909-1986).

Serviço:
No Centro Cultural Fiesp (av. Paulista, 1.313, Cerqueira César; tel.: 3146-7000). De ter. a sáb., das 10h às 22h; dom., das 10h às 20h. Grátis. Até 10/6.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo