Coleção reúne todas as 17 provocativas peças do escritor Nelson Rodrigues

Por Metro Rio
coleção nelson rodrigues

A obra de Nelson Rodrigues (1912-1980) é uma provação moral para o público. Em espetáculos teatrais, colunas de jornais ou páginas de livros, o autor pernambucano testa até onde o leitor consegue chegar ao colocar em xeque conceitos como família, amor e sexo.

O box “Teatro Completo” é um convite para esse exercício. A coleção reúne, em dois volumes, todas as 17 peças do Anjo Pornográfico – alcunha atribuída ao escritor por um de seus biógrafos, Ruy Castro.

Leia mais:
The Big Bang Theory: conheça o irmão de Sheldon Cooper
Marina Lima lança 21º álbum, Novas Famílias, em que ataca o conservadorismo

São dois volumes: no primeiro, há textos com alto teor mítico e psicológico; no outro, estão espetáculos trágicos em que o Rio de Janeiro é o ambiente para o desenlace das tramas. Embora tenha nascido no Recife, é na capital fluminense que grande parte de suas histórias acontece.

A coleção segue a ordem estabelecida pelo crítico literário Sábato Magaldi, que morreu em 2016. A organização foi supervisionada pelo próprio Nelson Rodrigues, antes de sua morte.

Não é somente a literatura do escritor que é marcada pelo conceito de tragédia. A vida de Nelson Rodrigues também tem um episódio dramático, que deixou cicatrizes na produção rodrigueana.

Roberto Rodrigues, irmão de Nelson, foi assassinado na redação do jornal da família. Mário Rodrigues, patriarca do clã de jornalistas, não resistiu e morreu de desgosto pouco tempo depois do episódio.

Violento e carismático
Os assuntos abordados em suas peças trazem um vasto repertório sobre violência. Esse foi um dos motivos para haver tanta resistência de setores conservadores diante dessa estética teatral.

Paradoxalmente, o autor cativou público, atores e diretores com essa proposta. Sua segunda obra para os palcos, “Vestido de Noiva”, é considerada um dos marcos iniciais do moderno teatro brasileiro.

Como jornalista, Nelson se dedicou a assuntos diversos. Atuou nas principais redações cariocas da época e foi parar até na televisão, após o aparecimento da nova tecnologia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo