MasterChef: Fiquei preocupado com a Tâmara após o corte na mão, conta o carioca Thiago

Por Band.com.br

Risoto é um prato que costuma desclassificar muitos participantes em diversos talent shows culinários. E, para quebrar com esse tabu, Thiago e Tâmara tiveram de cozinhar dois clássicos da cozinha italiana para os jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin na tentativa de conquistar o tão sonhado avental do "MasterChef Brasil" no primeiro episódio da quinta temporada, exibido nesta semana.

"O meu prato era um risoto de tomate com manjericão e o dela era um risoto funghi. Quando entramos na cozinha, um falou para o outro: 'Que os dois façam os melhores pratos e que vença o melhor sabor'. Então, entramos felizes e fortes, preparados para fazer o melhor prato", contou ao Portal da Band.

Leia mais:
MasterChef Brasil: Fogaça erra nome de participante e diverte Paola
MasterChef estreou e é claro que não faltaram os memes; veja reações

O fair play exibido pelos participantes se explica pelos bastidores pré-duelo. "Eu e a Tâmara acabamos criando um laço bem bacana, de amizade. Percebemos que tínhamos muitas coisas em comum. Nós dois nascemos no Rio de Janeiro, somos ex-nadadores, gostamos de fazer atividade física e estávamos ali unidos pelo mesmo tema", explicou o policial militar.

"Logo no começo, ela cortou o dedo e eu fiquei preocupado. Porque a vitória só é boa, só é reconfortante, quando você vence do melhor. E a vitória só é aceitável quando você sente que fez o seu máximo e perdeu do melhor. Então, quando ela cortou o dedo eu fiquei preocupado. Mas a Tâmara se manteve bastante calma – ela é uma mulher de uma força incrível – e continuou cozinhando. Nós dois conseguimos entregar o prato", disse.

Policial militar há 16 anos, o major contou que têm apoio de duas pessoas muito importantes na sua vida para competir no talent show. "Quando o Fogaça esticou o avental para mim, foi incrível. Só veio na minha cabeça as duas pessoas que me fizeram estar aqui, minha mãe e minha mulher. As duas que me convenceram a se inscrever no MasterChef Brasil", revelou.

"Não que eu não quisesse. Eu tinha muita vontade de participar, mas eu pensava: 'Será que realmente eu estou preparado? Será que eu sou tão bom quanto os chefs merecem? Vou ser capaz de apresentar uma boa comida? Eu já estudo bastante e gosto de estudar, mas será que eu vou ter que estudar ainda mais?'. Elas me convenceram e deu certo", completou o carioca.

Ex-nadador, Thiago disse que o esporte o ajudou a se concentrar, ao lado de sua formação militar. "A natação é uma atividade muito introspectiva. Geralmente, é você contra você mesmo. Tem diversos aspectos de controle, saber a hora certa de acelerar, a hora certa de se segurar, saber o que você pode fazer ou não. Você tem que calcular, pensando no final", explicou.

"A natação foi um dos primeiros mecanismos de controle, doutrina e disciplina que eu tive. Além da minha formação como militar, que ela complementa. Meu pai é militar, eu estudei em colégio militar e me tornei militar. Tudo isso só completou o meu respeito pela hierarquia e pela disciplina", finalizou ele, que promete ser totalmente dedicado ao MasterChef Brasil e buscar sempre a perfeição em seus pratos.

Confira o duelo entre Tâmara e Thiago:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo