A admirável resposta de Guillermo del Toro sobre as acusações de plágio por 'A Forma da Água'

Por Metro Internacional

"Eu tenho feito isso há 25 anos e tenho uma reputação impecável. Sempre tentei falar sobre minhas influências em todos os filmes que fiz, nos comentários para DVD, no Twitter, nas exposições do meu museu", disse Guillermo del Toro em uma entrevista recente para o portal Deadline.

Apenas alguns dias atrás, a mídia internacional informou que o filho do dramaturgo Paul Zindel, vencedor de um Prêmio Pulitzer, entrou com um processo contra o diretor de cinema e contra a empresa Fox, argumentando que o candidato ao Oscar “A Forma da Água” tem muitas semelhanças com peça de teatro “Deixe-me ouvir seu sussurro”, escrita por seu pai.

Diante dessa acusação, o mexicano se defendeu na entrevista e esclareceu que nem sequer considerou a obra como referência para o trabalho mencionado, cujo argumento, supostamente, é o mesmo do filme.

"Nunca vi nem li. Nunca tinha ouvido falar desse trabalho antes de fazer 'A Forma da Água' e nenhum dos meus colaboradores mencionou o trabalho", explicou o diretor.

"Deixe-me ouvir o seu sussurro" conta a história de uma funcionária de limpeza que vive um relacionamento afetuoso com um golfinho dentro de um laboratório militar.

Gif Reprodução / We Heart It

Guillermo del Toro defende sua história, mencionando que sua produção tem um contexto complexo, diferente e, portanto, original.

"Essas ideais não são intercambiáveis ​​ou equivalentes, isso é igual dizer que E.T. seria a mesma história se você substituir o alienígena por um hamster", comparou ironicamente.

A empresa Fox também reagiu às alegações, deixando claro que elas "não tem base", por isso oferecerá uma resposta comparável ao processo e defenderá o filme de Guillermo del Toro como "inovador e original".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo