Metal Gear aposta em ação em Survive, 1º título sem a assinatura de Hideo Kojima

Por Fernando Farciert/Metro Internacional
metal gear survive

Ao longo de 30 anos, os estúdios Konami conseguiram transformar “Metal Gear” em uma das franquias de videogame mais icônicas de todos os tempos. É por isso que, apesar da saída de Hideo Kojima, em 2015, a empresa baseada no Japão pretende mantê-la viva e renovada por muito tempo.

“Metal Gear Survive”, que acaba de ser lançado, funciona como um derivado de “Ground Zeroes” (2014). Um buraco de minhoca suga a Mother Base para si, fazendo com que o jogador se veja diante de uma realidade paralela. Seu objetivo é sair dali a todo custo, e, para isso, a estratégia típica da franquia dá agora mais espaço para a ação e a sobrevivência, como diz o título do jogo.

Leia mais:
Stranger Things: Netflix desmente rumor que irmãos Duffer deixarão produção da série
Doctor Who: pôster revela novo logo da série

A ideia de construir uma dimensão alternativa foi uma saída para a Konami se desvincular de Kojima. “O jogo não está diretamente ligado à linha narrativa de ‘Metal Gear Solid V’”, avisa o produtor Yuji Korekado.

Segundo ele, “Survive” se assemelha mais às missões de “Ground Zeroes”, mas sem qualquer personagem já conhecido. É possível jogar com um tipo de soldado com diferentes habilidades. Sua missão será resgatar mais pessoas e encontrar um caminho para escapar daquele lugar, sempre atento à manutenção das necessidades básicas do personagem, como sede, fome e oxigênio.

Enquanto busca uma evolução de seus equipamentos e habilidades, o jogador precisará enfrentar zumbis cristalinos cada vez mais complexos – alguns até mesmo explodem!

De acordo com Korekado, o propósito é que o foco do game esteja “no trabalho cooperativo dos soldados em conjunto”, ou seja, o jogador deve levar em consideração habilidades diferentes e únicas que surgirão em outros personagens.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo