Inspirado em história real, O Que Te Faz Mais Forte acompanha vítima de atentado nos EUA

Por Matt Juul/Metro Internacional

“O Que Te Faz Mais Forte”, que estreia nesta quinta-feira (8), narra a história real de Jeff Bauman, que perdeu as duas pernas durante o atentado à Maratona de Boston, em abril de 2013.

Após ajudar o FBI a identificar um dos terroristas enquanto vivia o momento mais traumático de sua vida, Bauman foi ovacionado como herói. Infelizmente, esse título carregou consigo uma atenção constante da mídia e da população local, que não o deixou em paz desde que ele estampou uma icônica foto na qual era resgatado por um sujeito com chapéu de caubói, Carlos Arredondo.

Leia mais:
50 Tons de Liberdade: veja o clipe de ‘For You’, música feita para o filme
Netflix lança trailer da segunda temporada de Jessica Jones; veja

Apesar das boas intenções da comunidade, toda essa atenção apenas aumentou a ansiedade de Bauman e o sentimento de que ele não era exatamente um herói.

“Aos meus olhos, os heróis são outros: os socorristas, a polícia e todas as pessoas da minha vida. Odeio ser chamado de herói porque há muita gente melhor por aí”, diz Bauman, que relatou a experiência em um livro homônimo que acaba de ser publicado no Brasil pelo selo Vertígio.

O relato inspira o longa, no qual Bauman é interpretado por Jake Gyllenhaal. “Há momentos em que pensamos: ‘não quero seguir em frente’. Isso é bastante sombrio. A experiência de Jeff diz que você pode, sim, dar um passo adiante, e, para mim, essa é uma história que precisa estar no mundo de hoje em dia”, afirma o ator.

Dirigido por David Gordon Green, “O Que Te Faz Mais Forte” não se furta a mostrar os medos e vulnerabilidades de Bauman. Ele é apresentado como um sujeito divertido e carinhoso, mas também imaturo e irresponsável, que luta para lidar com a paternidade e fazer-se presente para a namorada (Tatiana Maslany) ao mesmo tempo em que é assombrado pelas memórias do atentado.

Ver a própria vida na tela foi transformador para ele, que entende a falta de não ter cuidado de sua saúde mental no início de sua recuperação.

Para Gyllenhaal, o filme ajudou Bauman a crescer enquanto pessoa. “Ele evoluiu exponencialmente desde que terminamos as filmagens, e isso traduz bem o que o filme é”, conclui o ator.

Veja o trailer do filme:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo