Diogo Nogueira completa 10 anos de carreira com o primeiro disco totalmente autoral

Por Metro Rio
diogo nogueira

Quando a voz grave de Diogo Nogueira, 36, começou a tomar conta das rádios, há dez anos, muitos acreditaram tratar-se de seu pai, o sambista João Nogueira (1941-2000).

De lá para cá, ele vendeu 1,6 milhão de discos, conquistou dois Grammys e até emplacou samba-enredo na Portela. Para festejar uma década no cenário musical, ele lança o primeiro álbum autoral de sua carreira, “Munduê”.

Leia mais:
Ciúmes? Mulher de Jamie Dornan nunca viu filmes da série 50 Tons de Cinza
50 Tons de Liberdade: A razão surpreendente pela qual Jamie Dornan deixará de ser Christian Grey

Confira entrevista com o artista:

O que significa Munduê?
Munduê é tudo aquilo que remete à ancestralidade, uma palavra que não sei nem se existe. Pesquisamos, mas não encontramos nada. Vejo o Munduê como uma criança que comanda o universo.

O que o inspira a compor?
Minha inspiração está no ar, está tentando o tempo todo acontecer. Não tenho regra. Durante dez anos, juntei as canções e a gente foi lapidando para construir o disco. Tem um olhar para dentro de mim, uma autorreflexão.

Como surgiu a ideia para o projeto gráfico do disco?
Por conta dessa coisa do ancestral, a gente resolveu fazer as fotos no quilombo, onde a história do samba começou, com as danças e os rituais.

De que maneira você honra a memória do seu pai?
Cada canção minha tem totalmente o cordão umbilical no meu pai, tanto biologicamente quanto espiritualmente. A reverência está toda ali, não está explícita, mas tem.

A faixa ‘Mercado Popular’ é um tributo à brasilidade…
Todo lugar do país tem uma feira. A brasilidade está nos lugares, nas pessoas. Minha brasilidade está ligada o tempo todo. Munduê pode ser tocado em vários ritmos. O samba é genuíno, brasileiro. O povo brasileiro me inspira.

Você acha que o samba tem se modernizado?
Acredito que sim. Eu e o Pretinho da Serrinha representamos isso. Sempre respeitando o passado e suas origens, mas fazendo uma boa transição para o futuro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo