Adoniran Barbosa é celebrado no Theatro Municipal com show especial nesta quarta

Por Metro Jornal

No fim do ano passado, o ex-jogador de futebol e comentarista esportivo Walter Casagrande se surpreendeu ao assistir a uma reportagem e descobrir que o acervo de Adoniran Barbosa (1910-1982), um dos mais importante ícones paulistas, estava confinado na Galeria do Rock, longe do público.

Foi quando ele teve o estalo para organizar uma série de homenagens à altura do autor de “Saudosa Maloca”. O show Adonirando, que acontece nesta quarta-feira (31), no Theatro Municipal, abre os trabalhos do que Casagrande tem chamado de Ano Adoniran Barbosa.

Leia mais:
Série Electric Dreams coloca grandes astros para reinterpretar contos de Philip K. Dick
Novo ‘Tropa de Elite’ terá Anitta como protagonista, afirma colunista

Sob a direção artística de André Accioli e a direção musical de Fábio Caetano, o palco vai receber nomes como Baby do Brasil, Paulo Miklos, Paulinho Boca de Cantor, Rappin’ Hood, Nasi, Carlinhos Vergueiro, Arrigo Barnabé, Eduardo Gudin, Kiko Zambianchi, Luíza Possi e Demônios da Garoa para cantar sucessos do naipe de “Trem das Onze” e “Samba do Arnesto”.

A apresentação conta ainda com a participação do maestro João Carlos Martins à frente da Orquestra Bachiana Filarmônica Sesi-SP.

O Ano Adoniran Barbosa se completa com uma exposição do acervo do artista, reunido sob curadoria de Benjamim Talbkin, que deve ser aberta neste primeiro semestre em local a ser confirmado. A coleção inclui peças como discos e partituras, bem como itens característicos do vestuário do artista, entre gravatas borboleta e chapéus.

Também está prevista para breve a estreia do documentário “Meu Nome É João Rubinato – A Vida e a Obra de Adoniran Barbosa”, de Pedro Serrano.

Serviço:
No Theatro Municipal (pça. Ramos de Azevedo, s/n, Centro, tel.: 3053-2090). Nesta quarta-feira (31), às 20h. De R$ 10 a R$ 30.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo