Charles Bronson revive na série de quadrinhos Killer em que interpreta um agente secreto

Por Metro Internacional
Divulgação
Charles Bronson revive na série de quadrinhos Killer em que interpreta um agente secreto

Charles Bronson, um ator norte-americano legendário, conhecido por filmes como “Era uma vez no Oeste”, “Sete Homens e um Destino” e “O Passageiro da Chuva”, que morreu em 2003, é revivido na série de HQs chilenos chamados “Killer”.

Nela, Bronson é o protagonista: um agente secreto durão chamado Jack Killer, o típico anti-herói.

Leia mais:
Camila Cabello faz boa estreia com disco solo pop
Ao narrar trajetória de Zé Rodrix, biografia recém-lançada traça origens do rock rural

O autor é o cartunista Germán Gabler e o primeiro livro da série foi publicado originalmente em 1974, inspirado nas revistas clássicas de James Bond. Nove histórias chegaram a ser publicadas antes de a série ser cancelada.

Agora, uma editora chilena chamada Acción Comics decidiu lançar a décima história da série, que há 43 anos, o autor já havia começado a escrever.

killer

ENTREVISTA:

Germán Gabler DIvulgação

Germán Gabler, cartunista chileno, criador de "Killer"

Como encontrou o HQ inacabado depois de tanto tempo?
Encontrei-o num depósito onde eu guardava várias das coisas que eu desenhava. Tudo o que estava ali eu guardei há 34 anos, sem ser tocado, até que eu decidi organizar tudo e selecionar o que eu iria guardar e o que ia jogar fora. Algumas pessoas vieram ver o que tinha no meu depósito e encontrou o HQ número 10 de “Jack Killer”, inacabado, e contou isso para os editores da Acción Comics. Eles se interessaram. Eu só terminei a história de acordo com o que eu já havia começado a escrever anos atrás.

Por que você escolheu Charles Bronson para ser o protagonista?
Nos anos 1970, eu trabalhava passando as histórias de James Bond para os quadrinhos. Inspirado nisso, me demiti e criei minha própria história de espionagem. Obviamente eu não podia usar o rosto de Sean Connery para o meu protagonista porque ele era o James Bond na época. E, naquele momento, o Charles Bronson era muito popular, havia feito vários filmes famosos. Era um rosto reconhecível, então o usei para “Jack Killer”.

Você gostaria de voltar a desenhar quadrinhos?
Vou ver o que acontece. Estou escrevendo um roteiro para um projeto internacional e também estou trabalhando em outras coisas, mas, se a receptividade deste HQ for boa, pode ser que eu volte a fazer quadrinhos. Veremos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo